sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Educação em debate!


Todas nós, fãs de blogs maternos, sabemos o quanto isso nos faz bem, trocar experiências, ver que o universo infantil é uma repetição só! Chega a ser confortador ver que a mãe daquele blog está passando pelas mesmas dificuldades que você passou há um tempo atrás, ou que está vivenciando algo que você em breve, também vai vivenciar...

A grande coisa mesmo é poder tirar um proveito disso aí, uma informação nova aqui, um conselhinho ali, uma dica acolá, tudo vale, porque não existe manual, e nenhuma mãe de bom senso vai colocar seu filhote à prova de qualquer coisa que ela lê certo?

Outro dia mesmo estava lendo "diário de uma mãe com mais de trinta" e me peguei lendo uma rotina muito parecida (tal e qual)aqui de casa, irmãos brigando, ela não falava nada demais, apenas relatando um pouco a coisa toda, meio que o desabafo dela foi o meu também e acredito que isso se repita em qualquer casa habitada por dois meninos de idade muito próxima.

Eu leio muito, amo ler, leio blogs, sites sobre maternidade e educação, uns ótimos são o do ninho e fisher price... Fora que eu sempre fui metida a entender das coisas, vou atrás da informação, leio mesmo, tudo o que eu vejo pela frente e depois faço o que um professor meu me ensinou: questiono cada informação, absorvo aquilo que é condizente, faço um filtro e sigo cantando...

Meu marido acha que blogs são na verdade uma troca de inexperiências, ele não deixa de estar certo, sob a lente que, cada mãe adapta os conselhos ouvidos de outrem e vão passando adiante.
Mas gente, se existisse fórmula a pessoa que a inventou estaria bilhardário e todos os nossos problemas estariam resolvidos.

E sabe de onde veio todo esse dilema? Xixi!

Meu filho Felipe, fará 4 anos dia 28 de outubro, tirei a fralda dele faz tempo, e ele nunca foi assim, que nem o irmão mais velho, privadinha, cueca seca e finito! Ele sempre deu mais trabalhinho, acontece que ultimamente é xixi na cama todas as noites e de vez em quando deixa escapar durante o dia! Entrei em choque, como assim depois de tanto tempo, esse retrocesso??? Culpa minha? Não... não sou dessas que se culpa por tudo e por qualquer coisa, deve haver uma explicação melhor. Fui na pisico um tempo atrás e ela simplesmente disse: normal, vai passar, acorde-o a noite pra fazer um pipizinho e boa... simples assim.

Esse acorda-lo a noite gerou discussão lá em casa, meu marido implicou com isso de uma maneira sem noção. Afinal, eu não devia condicioná-lo a isso. Eu estou ensinando a acordar e não segurar, mas poxa, vou deixar o menino molhado nesse frio, porque é FATO, ele vai fazer o raio do xixi na cama e dá-lhe cobertas, lençol, travesseio, roupas, tudinho molhadinho da silva!
Tomei minha posição como mulher macho sim senhor, eu que lavo, ele molhado nesse frio, e blá blá blá e encerrei nossos achômetros com mais uma visitinha na pisico na quarta feira que vem!

Alguém aí quer dar pitaco? Fique à vontade, estamos blogueando pra isso!

Ps.: vou agorinha mesmo dar uma passeada pela net para ver o que as mais diversas pessoas e profissionais tem a dizer sobre o assunto!